10 truques para economizar eletricidade em casa

Todos os meses sofremos um dos maiores aborrecimentos para o nosso bolso: a conta de luz. E mais, com os últimos aumentos de preços. De fato, estima-se que nas últimas duas décadas o custo da energia elétrica tenha aumentado mais de 90%, e não parece que essa tendência vá mudar.

Assim que vemos a conta de luz, todos pensamos: "Tenho que economizar energia faço o que for preciso." E não é mais só porque precisamos poupar na nossa economia doméstica, mas para ajudar o meio ambiente, já que a produção disso impacta (e muito) nele. Portanto, dentro de nossas políticas Planet First, queremos compartilhar com vocês 10 truques para economizar eletricidade em casa. Em DIVAIN já os fizemos e percebemos a mudança!

Hábitos e truques para economizar eletricidade

Lista de gastos de energia

O primeiro passo para podermos realizar a economia de energia elétrica é ter plena consciência do que gastamos. Para isso, é melhor fazer uma lista de custos de eletricidade para captar todas as fontes de consumo de luz, começando pela maior (como aquecimento ou ar condicionado) e terminando pelo mínimo (pequenos eletrodomésticos). Uma vez identificado, você poderá realizar uma redução de uso que seja adequada para si.

Reduza o número de lâmpadas e mude para LEDs

Embora não estejamos cientes, geralmente temos mais lâmpadas do que precisamos. Portanto, é importante fazer uma contagem e ajustá-los ao máximo para não incorrer em despesas desnecessárias. E é que a luz tende a se sobrepor, então quando temos várias lâmpadas no mesmo espaço, se retirarmos uma é muito provável que não notemos uma grande perda de luz. Tente remover uma e se você perceber que não afeta muito, considere removê-la permanentemente ou colocar outra lâmpada muito menos potente.

O que também recomendamos é que introduza lâmpadas LED em sua vida. Por quê? Bem, muito simples:

  • São muito mais ecológicas, pois consomem entre 70 e 80% menos do que as lâmpadas incandescentes e 30% menos do que as fluorescentes.
  • Têm uma vida útil mais longa.
  • São mais resistentes.

Fique de olho em seus eletrodomésticos

Regra geral, os electrodomésticos que mais gastam são os das cozinhas. Frigoríficos, congeladores, máquinas de lavar e lava-louças respondem por quase 60% do custo de todos os eletrodomésticos em uma casa.

Então você já pode imaginar a importância de usá-los corretamente:

  • O frigorífico e o congelador consomem mais e ainda mais quando as portas estão abertas. Ele abre e fecha rapidamente para evitar alto consumo. Um fato curioso: quanto mais vazios ficam, consomem mais, pois os alimentos já frios ou congelados ajudam a manter a temperatura baixa.
  • Quanto ao ferro, é bom que acumule uma boa quantidade de roupa e aproveite para passar tudo de uma vez, caso contrário, vai multiplicar o consumo de energia elétrica. Outro truque: comece com as roupas que exijam menos calor e guarde as que mais precisam para durar.

Além disso, também é recomendável que se tiver que comprar um eletrodoméstico novo, invista um pouco mais e adquira um modelo que inclua modo de baixo consumo e tenha maior eficiência energética. Modelos A, A +, A ++; eles consomem 55% menos energia em média. Eles são mais caros, mas no longo prazo vale a pena e muito.

Contratar a energia adequada e usar bem os aparelhos elétricos é vital para economizar energia

Stand-by é o pior inimigo da economia de eletricidade

Outro grande truque para economizar energia é desconectar os aparelhos eletrônicos assim que pararmos de usá-los. E é que quando os desligamos, não o estamos fazendo completamente, eles permanecem em stand-by. Sim, espera, aquela pequena luz vermelha ou azul que fica acesa depois que desligamos.

Em teoria, os dispositivos ficam neste modo para atualizar ou iniciar mais rápido na próxima vez que forem ligados, mas isso acarreta um gasto de energia disfarçado: o stand-by consome eletricidade, nada mais e nada menos que entre 8 e 1 10% do consumo total.

Então, dito isso, é hora de desconectar tudo! Como fazer isso manualmente pode ser um pouco tedioso, recomendamos que conecte vários dispositivos ao mesmo filtro de linha e simplesmente desconecte os interruptores daqueles que não usará por um tempo.

Use o modo de economia ou baixo consumo sempre que puder

Muitos eletrodomésticos e aparelhos eletrônicos, como o computador, o celular ou a máquina de lavar, possuem modos de economia ou baixo consumo muito eficientes para não desperdiçar tanta energia.

Regula a temperatura do aquecimento e do ar condicionado

Estar em casa com mangas curtas no inverno e um casaco de lã no verão é um verdadeiro absurdo. Regula a temperatura para evitar custos de energia totalmente desnecessários.

A importância desta regulação é incrível, pois o aumento da temperatura de aquecimento em apenas um grau pode levar a um aumento no consumo de energia de 7%!

No inverno, é aconselhável manter a temperatura ambiente entre 19 e 21 graus durante o dia e entre 15 e 17 graus à noite; enquanto no verão, a temperatura ambiente não deve ser inferior a 24 ou 25 graus.

Adapte os seus habitos

Se adaptar ao máximo o seu horário de uso dos eletrodomésticos ao horário de baixo consumo, verá uma ligeira redução nos gastos com a conta de luz.

A maioria das taxas tem os preços mais baixos no fim de semana. Então aproveite para fazer as maquinas de lavar da semana, passar ...

A tarifa noturna também é consideravelmente mais barata, embora não se adapte bem à rotina diária da maioria das pessoas. Se tem um turno de trabalho ou é um ser noturno, pense em contratar a tarifa noturna porque você notará isso.

Altere a potência contratada para economizar dinheiro

Na conta de luz, o consumo é apenas uma parte do que você paga, pois grande parte corresponde aos impostos e à energia contratada, que você tem que pagar mesmo que não consuma nada. A potência contratada indica a eletricidade que podemos consumir ao mesmo tempo. E isso representa em média quase 50% do faturamento total!

Por isso, para poupar, é muito importante estarmos cientes do que normalmente consumimos para podermos alugar o que é justo e necessário (embora sempre recomendemos que acrescente uma pequena margem no caso de surgir algum imprevisto).

Isole bem sua casa do lado de fora

Estima-se que nada mais, nada menos que 25% do calor da casa se perca pelas janelas e pelas frestas das portas. Aí reside a importância de verificar bem todos os pontos de vazamento para poder colocar isolantes (nas fissuras o mais eficaz é colocar calafetagem) ou ainda trocar portas ou janelas se esses vazamentos forem irreparáveis.

Monitor de consumo de eletricidade

Finalmente, recomendamos que você obtenha um monitor de consumo de eletricidade. Estes dispositivos estão ligados ao circuito eléctrico e efectuam uma monitorização total do consumo, de forma a identificar os parâmetros em que está a ser efectuado um maior dispêndio. Isso tornará mais fácil identificar onde pode economizar eletricidade em sua casa.

Por que é importante economizar energia?

A energia elétrica é produzida por meio de usinas geradoras como termelétricas ou hidrelétricas; e estes produzem um grande impacto ambiental, uma vez que os recursos naturais são consumidos massivamente e o ecossistema é destruído. Além disso, no caso das termelétricas, ocorre a queima de combustíveis fósseis, que geram emissões de gases de efeito estufa que prejudicam gravemente o meio ambiente.

Assim, quanto mais energia economizamos, menos consumimos, com o consequente benefício para o meio ambiente. Já sabes, Planet First!