A moda dos anos 30: história, ícones e tendências

Durante a década de 30, ocorreram alguns eventos importantes, como as grandes crises económicas ou o período entre guerras, que tiveram grande impacto nas tendências da moda que triunfaram nessa época.

Por outro lado, as mulheres de Hollywood  tornaram-se grandes influências para o mundo da moda, dentro e fora das telas. Atrizes e artistas popularizaram peles de raposa, transparências, decotes e plumas, entre outras vestes femininas.

História da moda dos anos 30

A década de 1930 foi marcada por uma crise económica global, provocada pela caída da Bolsa de Valores de Nova York no final da década de 1920 (caída de 29) e que passou a influenciar todas as áreas da vida, inclusive o mundo da moda.

As cores neutras começaram a popularizar-se e roupas mais baratas começaram a ser fabricadas graças ao uso de fibras sintéticas. A seda artificial ou o náilon, materiais muito mais acessíveis, permitem que a moda alcance todas as esferas da sociedade.

Da mesma forma, as calças femininas começam a ser usadas pela primeira vez e o arranjo das vestes passa a ser uma necessidade do momento, razão pela qual as roupas feitas em casa se tornaram muito populares.

No entanto, são as mulheres do cinema, como Mae West ou Greta Garbo, que impõem o estilo que triunfou na década de 30. Embora a vida que levaram as suas personagens não correspondesse à realidade, elas tornaram-se grandes modelos. 

Conheça a história e as características da moda dos anos 30

Ícones que marcaram a tendência 

Designers de moda como Travis Banton, criador da imagem de Marlene Dietrich, e Mainbocher, designer do vestido de noiva de Wallis Simpson para o seu casamento com o príncipe de Gales Eduardo VIII, estiveram presentes nos eventos sociais do momento tornando-se ícones da alta costura e moda dos anos 30.

Marcas como Coco Chanel alcançaram o seu maior sucesso nesta era de grande glamour americano, sendo contratadas para vestir exclusivamente as estrelas mais famosas de Hollywood.

Por outro lado, Madeleine Vionnet introduziu o corte enviesado para vestidos nesta década, uma técnica que consistia em usar o tecido na diagonal para evitar costuras.

Lucien Lelong foi outro dos estilistas que causou sensação pelos seus modelos de saias alargadas e cinta descida Este tipo de veste é classificado como um design extravagante e frívolo que exigia muito investimento em tecido, um luxo económico que poucos podiam pagar na década de 30. No entanto, os seus designs precederam o "New Look" da Dior após a Segunda Guerra que fez tanto sucesso.

Ícones que influenciaram a moda da década de 1930

Características da moda dos anos 30

Calças Femininas

A origem das calças femininas surge da mudança de papel que as mulheres tiveram de assumir após o início da Primeira Guerra Mundial, quando foram para as fábricas trabalhar enquanto os maridos estavam na guerra.

Nos anos 30, surgiram na moda as primeiras calças desenhadas exclusivamente para mulheres, que até então usavam as dos maridos.

O sucesso da saia-calça

Elsa Schiaparelli introduz esta peça no guarda-roupa feminino e obtém sucesso com o desenho da saia-calça que fez para a tenista Lilí Álvarez para o Roland Garros de Paris em 1931. Um desenho que foi muito polémico na altura.

Vestidos dos anos 30

Os estilistas da época abrem mão do volume e criam vestidos de noite mais retos e aderentes ao corpo, conhecidos como “vestidos de esqueleto”. Adeus aos bordados luxuosos e aos tecidos mais baratos como o cetim foram usados. Por outro lado, os vestidos de dia ou casuais que fizeram mais sucesso eram os de malha.

Decotes e costas nuas

A sensualidade foi marcada por decotes pronunciados em vestidos e blusas com as costas totalmente expostas. Além disto, as sandálias eram finas e revelavam os dedos das mulheres, algo que também foi considerado muito sensual.

Chapéus e cortes de cabelo

Chapéus grandes e extravagantes em formato de sapato inspirados em movimentos surreais como o que Dalí transmitiu foram um grande sucesso. Por outro lado, o estilo de corte de cabelo é mais comprido do que o dos anos 20.

A moda dos anos 30 para homens

Os homens no final da década de 20 tinham grande interesse em se vestir bem, uma tendência que continuou na década de 30, apesar da situação económica. No entanto, os trajes desta época caracterizam-se por serem muito mais sóbrios.

A silhueta atlética inspirada nos militares foi a mais procurada pelo homem da época. Ele começa a usar ombreiras e calças justas em fatos masculinos para transmitir aquele porte atlético e masculino. Aparecem as lapelas com pontas largas e os bolsos eram quadrados e grandes.

Qualquer coisa que desse volume à parte superior do corpo masculino tornou-se uma moda bem aceita pelo homem dos 30 anos.